Lote 194: 2ª VC SANTO ANDRÉ — Avaliação: R$ 2.719.586,38 — Lance Inicial: R$ 1.631.751,83 — Incremento: R$ 10.000,00

2ª PraçaAbertura:
09/08/2017
 AbertoFechamento:
30/08/2017 às 14h00

 BENS: 

  1. Prédio e terreno situados à Rua Bom Pastor nº 1078, antigo nº 100, anterior 122, no Ipiranga – 18º Subdistrito, medindo o terreno 15,00m de frente, igual largura na linha dos fundos, 29,50m de extensão, da frente aos fundos, por ambos os lados, com a área de 442,50m², confrontando do lado direito de quem da rua olha para o terreno, com a Rua Oliveira Alves, com a qual faz esquina; do lado esquerdo, segundo a mesma orientação, com o prédio nº 1088, que tem sua frente voltada para a Rua Bom Pastor, e nos fundos com o prédio nº 65, que tem sua frente voltada para a Rua Oliveira Alves.Contribuinte nº 040.076.0001-5. Matrícula nº 39.242 do 6º CRI da Comarca de São Paulo/SP. 
  2. Uma casa de residência, situada à Rua Bom Pastor nº 1.088, no 18º Subdistrito – Ipiranga, e respectivo terreno que mede 6,25m de frente, por 19,00 metros da frente aos fundos, em ambos os lados, tendo nos fundos a mesma largura da frente, com a área de 118,75m², e confronta do lado direito olhando para o imóvel com a casa 1.078, do outro lado com a casa 1.094, ambas da Rua Bom Pastor, e nos fundos com a casa 56 da Rua Oliveira Alves.Contribuinte nº 040.076.0002-3. Matrícula nº 30.920 do 6º CRI da Comarca da Capital/SP. 

 BENFEITORIAS: Consta do laudo de avaliação, às fls. 422/457, que sobre o imóvel “a” encontra-se erigida uma construção comercial com três pavimentos do tipo germinado e sobre o imóvel “b” encontra-se erigida uma construção comercial com dois pavimentos do tipo germinado, encerrando uma área de terreno total de 561,25m² e uma área de construção de 1.023,15m².

 AVALIAÇÃO TOTAL: R$  2.668.764,77 (Agosto/2016 – Conf. fls. 422/457) , que será atualizado à época da alienação

 ÔNUS: 

  1.  a.      Consta da referida matricula conforme R.12 (14/09/2007), HIPOTECA em favor do Banco ABN Amro Real S/A; conforme Av.13 (28/03/2011), REGULAMENTAÇÃO DE ÁREA ENVOLTÓRIA posto que o imóvel encontra-se no perímetro da área envoltória de proteção do conjunto de bens tombados constituído pelo Parque da Independência e pelas antigas residências da Família Jafet e Instituições Assistenciais e de Ensino, ficado qualquer projeto ou intervenção no imóvel submetido à prévia aprovação e autorização do CONPRESP – Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo; conforme Av.14 (28/03/2011), a PENHORA EXEQUENDA; e conforme Av.15 (25/02/2014), INDISPONIBILIDADE dos bens do ora Executado, nos autos do Processo nº 565012009007769 – perante o Serviço Anexo das Fazendas de São Caetano do Sul. Conforme pesquisa realizada junto à PMSP, referido imóvel possui débitos de IPTU, inscritos em Dívida Ativa, referentes aos exercícios de 2007 a 2016, cuja monta é de R$ 362.751,14 (Maio/2017), bem como débitos de IPTU referentes ao exercício atual, parcelas 1 a 4, cuja monta é de R$ 11.120,81 (Maio/2017). Valor total dos débitos de IPTU é de R$ 373.871,95 (Maio/2017).
  2.  b.      Consta da referida matrícula, conforme R.7 (14/09/2007), HIPOTECA em favor do Banco ABN Amro Real S/A; conforme Av.8 (28/03/2011), REGULAMENTAÇÃO DE ÁREA ENVOLTÓRIA posto que o imóvel encontra-se no perímetro da área envoltória de proteção do conjunto de bens tombados constituído pelo Parque da Independência e pelas antigas residências da Família Jafet e Instituições Assistenciais e de Ensino, ficado qualquer projeto ou intervenção no imóvel submetido à prévia aprovação e autorização do CONPRESP – Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo; conforme Av.9 (28/03/2011), a PENHORA EXEQUENDA; conforme Av.10 (25/02/014), INDISPONIBILIDADE dos bens do ora Executado, nos autos do Processo nº 565012009007769 – perante o Serviço Anexo das Fazendas de São Caetano do Sul; e conforme Av.11 (30/04/2014), PENHORA nos autos da Ação de Execução Fiscal – Processo nº 0020944-28.2013.403.6182 – perante a 4ª Vara Federal de Execuções Fiscais da Capital/SP, em favor do INSS/Fazenda. Conforme pesquisa realizada junto à PMSP, referido imóvel possui débitos de IPTU, inscritos em Dívida Ativa, referentes aos exercícios de 2008 a 2015, ajuizados, e referente ao exercício de 2016, não ajuizado, cuja monta é de R$ 84.019,75 (Maio/2017), bem como débitos de IPTU referentes ao exercício atual, parcelas 1 a 4, cuja monta é de R$ 2.866,78 (Maio/2017). Valor total dos débitos de IPTU é de R$ 86.886,53 (Maio/2017).

 DÉBITO EXEQUENDO: R$ 158.226,54 (Março/2015 – Conf. fls. 349/351), que será atualizado até a data dos Leilões. 

O encerramento deste lote se inicia em::

10051012
DiasHorasMinutosSegundos

Maior Lance
Últimos Lances
UsuárioValorDataTipo
Este lote ainda não teve lances superados